Terça-feira, 17 de Setembro de 2019
DF TRANSPORTES

NOTÍCIAS

08/03/2016
A CNTA

QUEM SOMOS


CNTA: uma confederação para lutar pelos direitos dos transportadores rodoviários autônomos do Brasil
quem-somos

Os caminhoneiros autônomos respondem pelo transporte de aproximadamente 50% dos produtos duráveis e perecíveis em todo o País. Fundamentais para a movimentação e crescimento da economia, cruzam diariamente, de norte a sul, uma malha viária de mais de um milhão e seiscentos mil km, em sua grande maioria extremamente perigosas e mal conservadas. E apesar de carregarem quase literalmente nas costas a responsabilidade pelo crescimento de parte substancial da economia nacional, enfrentam, há anos, condições de segurança precárias, cargas de trabalho elevadas, filas insanas para descarregar em portos mal estruturados, além de acumular preocupações com fretes insuficientes, seguros e manutenção caros, taxas e pedágios, entre outros.
Até muito recentemente, no entanto, a categoria dos caminhoneiros não possuía uma entidade sindical superior própria para representá-la junto ao governo federal e ao mercado, capaz de pavimentar caminhos mais justos e lutar especificamente pelos seus direitos e interesses legítimos.
Para por um fim a esse vazio de uma representação exclusiva e coerente com as necessidades dos caminhoneiros, a FENACAM – Federação Interestadual dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens, a FETRABENS – Federação dos Caminhoneiros Autônomos e Cargas em Geral do Estado de São Paulo e a FECONE – Federação Interestadual dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Cargas e Bens da Região Nordeste se uniram e fundaram, em 5 de junho de 2012, a CNTA – Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos.
A CNTA estabeleceu como princípio fundamental a representação específica e exclusiva dos interesses dos caminhoneiros autônomos, sendo totalmente desvinculada da representação de qualquer um dos demais segmentos do setor, tais como os das empresas de transporte e do transporte de passageiros.
A primeira presidência da CNTA está a cargo de Diumar Bueno, transportador rodoviário profissional com longos anos de atuação em prol da categoria: já em 1987, envolvido com as questões dos caminhoneiros, ele fundou o Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens no Estado do Paraná – SINDICAM-PR. Em 2005, depois de anos de persistente batalha, conseguiu obter do Ministério do Trabalho a Carta Sindical da FENACAM, entidade de grau superior, com base representativa nos Estados do Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Sergipe e Tocantins, entidade que ele hoje também preside.
Completam os principais cargos da entidade: Eduardo de Oliveira e Silva (Secretário-geral); Laertes José de Freitas (Tesoureiro); Norival de Almeida Silva e Carlos Roberto Dellarosa (diretores) e como membros do Conselho Fiscal Eurico Tadeu Ribeiro dos Santos, Osvaldo Reginato, José Milton de Almeida, Bernabe Antonio Parra Rodrigues e Wilton Valença Nery.
A CNTA, desde sua fundação, com o apoio de vários sindicatos e federações da categoria, já contabiliza sucessos significativos que beneficiam o aspecto financeiro e laboral da categoria, como a redução de 40% para 10% da alíquota do Imposto de Renda do caminhoneiro autônomo; a participação como representantes da categoria no processo de aprimoramento das regras para o registro do transportador rodoviário no RNTRC (Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas) e nas normas relativas ao Pagamento Eletrônico de Frete; a garantia da participação em todos os debates que envolvem a discussão sobre alterações na Lei do Tempo de Direção (Lei 12.619), a participação como membro efetivo da Câmara Temática de Estudos do Transporte Rodoviário de Cargas do Ministério dos Transportes e o reconhecimento da CNTA como entidade máxima na representação do caminhoneiro autônomo pelo Governo Federal.
A CNTA defende atualmente uma pauta de reivindicações que contempla importantes demandas da categoria. Entre os principais pontos que a entidade está pleiteando estão:
– aposentadoria especial aos 25 anos de trabalho;
– suspensão da multa pelo peso entre eixo;
– aplicação de multa somente por excesso de peso bruto total do veículo; – mecanismo de atualização do valor das estadias;
– cumprimento imediato da Lei do Vale Pedágio (Lei 10.561/2002) com fiscalização ostensiva direta nos embarcadores, incluindo ainda as informações do Vale-Pedágio no CIOT;
– alteração da Lei 12.619/2012, mantendo o tempo de descanso em 11 horas (8 horas ininterruptas e 3 fracionadas conforme a necessidade e conveniência do caminhoneiro);
– fim da obrigatoriedade do descanso semanal para os autônomos;
– criação oficial de uma Câmara Nacional do Transporte Rodoviário de Carga, no âmbito da ANTT, composta por entidades Confederativas e setores do governo, respectivamente interessados.
A entidade luta ainda contra a proposta de mudança na Lei do Pagamento Eletrônico de Frete que quer permitir pagamento do frete em espécie – o que impossibilitaria o controle real do que efetivamente foi pago ao caminhoneiro e abriria caminho para o retorno da carta-frete.
A curto e médio prazos, a CNTA tem ainda como projeto fundamental arregimentar e fortalecer as entidades sindicais de base para consolidar a representação dos transportadores rodoviários autônomos em todo o País.


DIRETORIA
Presidente:
Diumar Deléo Cunha Bueno
1º secretário:
Eduardo de Oliveira e Silva
2º secretário:
Carlos Roberto Delarosa
1º tesoureiro:
Laertes José de Freitas
2º tesoureiro:
Norival de Almeida Silva


CONSELHO FISCAL
Presidente do Conselho Fiscal:
Eurico Tadeu Ribeiro dos Santos
Membro Efetivo:
Osvaldo Reginato
Suplentes do Conselho Fiscal:
Bernabé Antônio Parra Rodrigues
Wilton Valença Nery
Membro Efetivo:
José Milton de Almeida

Outras notícias
31/08/2018 - Ministro Fux afirma que decidirá o piso mínimo do frete em plenário
12/07/2018 - Piso Minimo do Frete
14/06/2018 - Valor da Hora Parada é Reajustado
14/06/2018 - NOTA ANTT
14/06/2018 - Portaria 760/18 regulamenta fiscalização do Procon em postos de combustível
04/06/2018 - TABELA de FRETES MINIMOS
12/01/2018 - Novas regras para a amarração de cargas já estão em vigor
12/01/2018 - TAGS adiados por tempo indeterminado
12/01/2018 - Pesquisa CNT de Rodovias
21/12/2017 - CNT e CNTA selam acordo
22/11/2017 - DNIT publica nova resolução para Autorização Especial de Trânsito
22/11/2017 - Movimentação de cargas apresenta crescimento em 2017
22/11/2017 - O que tara, lotação, PBT/PBTC e CMT
20/11/2017 - RNTRC
20/11/2017 - TAG Dispositivo de Identificação Eletrônica
28/06/2017 - Cai número de transportadoras e de caminhoneiros autônomos no país
27/06/2017 - Evento discute participação da sociedade na ANTT
27/06/2017 - Deputados definem frete mínimo para o transporte rodoviário
02/06/2017 - PRAZO PARA RECADASTRAMENTO
06/10/2016 - Cuidados para evitar o roubo de cargas
06/10/2016 - Projeto obriga união a pagar exame toxicologico de motoristas
11/05/2016 - Nova lei modifica Código de Trânsito e aumenta valores de multas
11/05/2016 - Juízes divergem sobre listas de restrição ao caminhoneiro
11/05/2016 - CONTRAN PUBLICA RESOLUÇÃO Nº 583 SOBRE EXAME TOXICOLÓGICO
10/03/2016 - ANTT Divulga cronograma de recadastramento no RNTRC
10/03/2016 - ANTT publica orientações para o recadastramento
10/03/2016 - ANTT divulga cronograma para colocação de dispositivo de identificação eletronica em caminhões
08/03/2016 - BNDS libera refinanciamento para Medias e Grandes Transportadoras
08/03/2016 - A CNTA
03/03/2016 - NOTA CNTA SOBRE O EXAME TOXICOLÓGICO
05/01/2016 - Produtos Perigosos
30/11/2015 - TST proíbe cadastro com restrição a motoristas
26/10/2015 - RECADASTRO RNTRC ANTT
01/10/2015 - CURSO CARGA INDIVISÍVEL
29/09/2015 - ANTT PUBLICA PLANILHA DE CUSTO DO FRETE
14/07/2015 - Chip nos caminhões a partir de Setembro 2015
14/06/2015 - Com aplicativos, caminhoneiros autônomos dependem menos de intermediários e elevam renda
05/06/2015 - Conselho decide adiar para 2016 exame antidroga em caminhoneiros
07/04/2015 - Novas Leis Motoristas
29/01/2015 - Aumento de Impostos elevará preço da gasolina e do diesel
28/01/2015 - Finame só vai financiar 50% do valor do caminhão
27/01/2015 - DF Transportes - Torneio Verão Indaial 2015
23/10/2014 - AUMENTO NOS VALORES DE MULTAS
09/10/2014 - PRORROGACAO DO RNTRC
24/07/2014 - DIA DO MOTORISTA
27/06/2014 - Tolerância Nos Eixos dos Caminhões
21/04/2014 - TIPOS DE VEICULOS
21/04/2014 - LEGISLAÇÃO TACÓGRAFO
21/04/2014 - LEGISLAÇÃO TACÓGRAFO
19/11/2013 - Estradas Mal Conservadas Elevam Custo de Logística
08/10/2013 - Transporte de Produtos Perigosos - MOPP
02/09/2013 - Tabela de Valores de Multas ANTT
26/08/2013 - Resumo da Lei 12.619/12 Lei do Descanso.
09/07/2013 - ANTT planeja estender exigência de emissão de CIOT às transportadoras de carga
09/07/2013 - CIOT - Código Identificador da Operação De Transporte
20/06/2013 - Empresas querem mudar lei que impõe descanso a caminhoneiros
20/06/2013 - Falta de recadastramento no RNTRC será tratado como "RNTRC vencido"
12/06/2013 - LEI 12.619 (LEI DO DESCANSO)
00/00/0000 -

2013 | DF TRASNPORTES - Todos os direitos reservados

Daweb Desenvolvimento de Sites